Quebra nas trocas comerciais entre Portugal e Angola acentua-se em 2020 (II)

 

2018 2019 2020
GRUPOS DE PRODUTOS   IMPORTAÇÃO   EXPORTAÇÃO   IMPORTAÇÃO   EXPORTAÇÃO   IMPORTAÇÃO   EXPORTAÇÃO
Agrícolas 6 951,0 217 048,7 8 856,9 166 625,9 10 926,0 112 735,4
Alimentares 1 648,5 166 739,9 120,4 128 882,3 778,3 91 430,4
Combustíveis Minerais 909 514,5 16 663,1 1 059 835,8 13 080,8 371 537,8 10 546,1
Químicos 5,3 181 804,6 143,4 141 399,7 238,8 112 591,8
Plásticos, Borracha 287,1 91 025,4 31,5 69 310,2 11,1 46 053,2
Peles, Couros 3,4 4 687,6 0,8 3 058,3 6,5 1 532,7
Madeira, Cortiça 690,3 14 253,9 2 039,0 10 971,3 2 095,7 7 794,6
Pastas Celulósicas, Papel 5,4 51 398,8 11,8 45 086,5 6,7 23 412,3
Matérias Têxteis 662,5 19 024,6 44,9 18 570,9 27,6 14 392,7
Vestuário 12,2 18 502,4 9,5 18 228,3 17,0 8 094,8
Calçado 30,0 13 613,5 14,6 9 498,3 30,3 4 340,2
Minerais, Minérios 1 287,4 53 053,4 948,1 39 765,2 1 085,1 23 571,2
Metais Comuns 685,3 138 131,0 250,8 120 008,0 321,2 77 342,6
Máquinas, Aparelhos 4 891,4 375 026,1 1 347,9 326 241,8 1 000,6 232 432,9
Veículos, Outros Meios de Transporte 919,9 33 373,8 694,2 26 387,5 637,4 24 175,0
Óptica e Precisão 845,8 37 399,9 984,5 35 578,4 519,0 42 532,9
Outros Produtos 170,0 83 123,7 145,8 66 107,7 162,6 38 496,9
TOTAL   928 610,2   1 514 870,4   1 075 479,6   1 238 801,1   389 401,6   871 475,7
Saldo da Balança Comercial Bilateral de Mercadorias: 586 260,2
(favorável a Portugal)
163 321,5
(favorável a Portugal)
482 074,1
(favorável a Portugal)

 

NB: valores em milhares de €uros | Elaborado pela CCIPA com base em dados do INE Portugal

 

2018
Principais Exportações Portuguesas para Angola:
1) máquinas e aparelhos, com € 375 milhões;
2) produtos agrícolas, com € 207 milhões;
3) produtos químicos, com € 181,8 milhões.
Estes 3 grupos de produtos, tradicionalmente os mais representativos das exportações portuguesas
para o mercado angolano, representaram 51,1% desse mesmo total em 2018.

Principais Exportações Angolanas para Portugal:
1) combustíveis minerais (petróleo), com € 909,5 milhões;
2) produtos agrícolas, com € 7 milhões;
3) máquinas e aparelhos, com € 4,9 milhões.
Estes 3 grupos de produtos representaram 99,22% do total das exportações angolanas para Portugal em
2018, assumindo o petróleo, só por si, uma quota de 97,94% do total.

 

2019
Principais Exportações Portuguesas para Angola:
1) máquinas e aparelhos, com € 326,242 milhões;
2) produtos agrícolas, com € 166,626 milhões (agrícolas e alimentares: € 295,508 milhões);
3) produtos químicos, com € 141,4 milhões.
Estes 3 grupos de produtos, tradicionalmente os mais representativos das exportações portuguesas
para o mercado angolano, representaram 51,2% desse mesmo total em 2019.

Principais Exportações Angolanas para Portugal:
1) combustíveis minerais (petróleo), com € 1 059, 836 milhões;
2) produtos agrícolas, com € 8,857 milhões;
3) madeira, cortiça e seus derivados, com € 2,039 milhões.
Estes 3 grupos de produtos representaram 99,56% do total das exportações angolanas para Portugal em
2019; o petróleo, só por si, representou 98,5% do total.

 

2020
Principais Exportações Portuguesas para Angola:
1) máquinas e aparelhos, com € 232,43 milhões;
2) produtos agrícolas a par com os produtos químicos: os primeiros, com € 112,7 milhões, e os segundos,
com € 112,6 milhões;
4) produtos alimentares, com € 91,4 milhões.
Estes 4 grupos de produtos, tradicionalmente os mais representativos das exportações portuguesas
para o mercado angolano, representaram 63% desse mesmo total em 2020.

Principais Exportações Angolanas para Portugal:
1) combustíveis minerais (petróleo), com € 371,54 milhões, refletindo, contudo, uma quebra de 64,94%
na exportação de petróleo de Angola para Portugal face a 2019 – € 1 059,84 milhões;
2) produtos agrícolas, com € 10,93 milhões;
3) madeira, cortiça e seus derivados, com € 2,1 milhões.
Estes 3 grupos de produtos representaram 98,8% do total das exportações angolanas para Portugal em
2020; o petróleo, só por si, representou 95,4% do total.

Partilhar o artigo "Quebra nas trocas comerciais entre Portugal e Angola acentua-se em 2020 (II)"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn