Privatizações por via bancária devem ser registadas na BODIVA e CM

Segundo o Presidente da Comissão Executiva da Bolsa de Angola, os bancos envolvidos nos processos de privatização como colocadores de ações em leilão, seja em bolsa ou por via de oferta pública inicial (OPI), têm
de estar registados na Bolsa de Valores e Derivativos de Angola (BODIVA) e na Comissão do Mercado de Capitais (CMC). Patrício Vilar disse que, nos casos de venda de ativos ou participações por leilão em bolsa, “pode ser determinado que o vencedor tem um determinado prazo para dispersar parte do capital em bolsa”. O Ministro de Estado e da Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, lembrou que o principal objetivo do processo é alcançar um “crescimento económico forte e sustentável, com os privados a serem o principal motor da economia”.

Partilhar o artigo "Privatizações por via bancária devem ser registadas na BODIVA e CM"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn