Governo autoriza o reinício de 13 obras do setor dos transportes

O Governo angolano autorizou o reinício de 13 obras dos setores marítimo e portuário, aeroportuário e ferroviário, paradas devido à pandemia de COVID-19 e consideradas prioritárias. Este conjunto de obras inclui duas a cargo da Mota-Engil, ainda por iniciar: a reabilitação da pista do Aeroporto Internacional de Luanda “4 de Fevereiro” e a construção de um quebra mar para a nova Ponte Cais de Cabinda. Também as construtoras chinesas China Road and Bridge Corporation (CRBC), China Harbour Engineering Company (CHEC) e China Gezhouba Group Company (CGGC) vão poder retomar as obras que têm em curso em Cabinda e no Soyo, relacionadas com o setor portuário. Da lista do Ministério dos Transportes fazem, ainda, parte a construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda (NAIL), entregue à chinesa Aviation Industry Corporation of China (AVIC), bem como obras ferroviárias da China Machine Engineering Corporation (CMEC) e da China Hyway, a aquisição de automotoras (DMU) para os Caminhos-de-Ferro de Luanda ao consórcio Zagope/Construtora Andrade Gutierrez e os projetos de construção e apetrechamento da oficina das DMU dos Caminhos-de-Ferro de Luanda, no bairro do Cazenga, da responsabilidade do consórcio Somague/Quantum bem como 4 passagens superiores na mesma linha, a cargo da Construtora Andrade Gutierrez.

Partilhar o artigo "Governo autoriza o reinício de 13 obras do setor dos transportes"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn