FMI avalia programa de financiamento a 16 de setembro

Depois de ter sido adiada, no final de junho, devido ao impasse nas negociações para a restruturação da divida angolana à China, a reunião do Fundo Monetário Internacional (FMI) para avaliar o cumprimento do programa de financiamento ampliado celebrado com Angola está, finalmente, agendada para o dia 16 de setembro. Segundo apurou o jornal Expansão, não existe, ainda, acordo com a China e dificilmente haverá até à realização da reunião com o FMI, no decurso da qual será avaliado o cumprimento do programa do Fundo em Angola bem como os pedidos do Executivo angolano de uma moratória para 2020 e de um aumento de USD 740 milhões no financiamento. O “Clube de Paris”, que integra países como os EUA, o Canadá, a França, o Japão e o Reino Unido, confirmou que Angola reúne condições para beneficiar da Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida (DSSI) do G20; em contrapartida, o Governo angolano ficará obrigado a usar as poupanças resultantes da suspensão do pagamento da dívida na mitigação dos efeitos económicos e sociais da pandemia de COVID-19, em particular no sector da saúde. Por outro lado, o Executivo angolano comprometeu-se a obter de todos os outros credores internacionais bilaterais um tratamento do serviço da dívida que esteja em linha com o acordado com o Clube do Paris e é aqui que entra a China, a quem Angola devia USD 21.705 milhões no final de 2019, sendo 78% desse valor dívida  comercial. O impasse nas negociações com um dos bancos chineses obrigou ao adiamento da reunião do Conselho de Administração do FMI porque o “peso” da dívida à China é elevado e a sustentabilidade da dívida angolana nesta fase de pandemia é garantida com uma moratória no pagamento de juros e amortizações ao gigante asiático. A concretizar-se este acordo, Angola pode poupar à partida USD 2,3 mil milhões, em 2020, só em pagamentos à China, e USD 286 milhões aos restantes países no âmbito da iniciativa do G20.

Partilhar o artigo "FMI avalia programa de financiamento a 16 de setembro"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn