China promete mais apoios e perdão dos juros da dívida

O Presidente chinês, que participou na Cimeira extraordinária China-África de solidariedade contra a pandemia de COVID-19, afirmou que a China vai perdoar os juros da dívida de alguns países africanos que vençam até ao final do ano, prometendo maior apoio aos países mais afetados pela pandemia. Xi Jinping afirmou que, no caso dos países africanos mais duramente atingidos pelo novo coronavírus e que se encontram sob forte pressão financeira, a China “trabalhará com a comunidade internacional para lhes dar um maior apoio, através de medidas como o prolongamento do período de suspensão da dívida, a fim de os ajudar a superar as actuais dificuldades” e encorajou, por isso, as instituições financeiras chinesas a responderem à iniciativa dos países do G20 para a Suspensão do Serviço da Dívida (DSSI) às nações em desenvolvimento e a promoverem “consultas com os países africanos para acordos de concessão de empréstimos comerciais com garantias soberanas”. O Chefe de Estado chinês instou, ainda, os integrantes do G20 a “alargarem ainda mais a suspensão do serviço da dívida destes países, incluindo os de África”.

Partilhar o artigo "China promete mais apoios e perdão dos juros da dívida"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn