CDC África aponta Angola e Moçambique como exemplos no combate à COVID-19

O Diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (Africa CDC) disse que “Angola e Moçambique, com cerca de mil casos [cada um], são exemplos de países que fizeram muito bem no controlo da pandemia tendo em conta a população que têm, e temos de perceber o que estão a fazer bem para replicar noutros países”. Ao falar no âmbito da conferência de imprensa semanal do CDC África, John Nkengasong disse que África tem, atualmente, cerca de 750 mil casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus, dos quais resultaram cerca de 16 mil mortos, com uma taxa de mortalidade de 2,1%, acrescentando que “A boa notícia é que houve 410 mil pessoas que recuperaram, mais de metade, o que é muito encorajador”. No continente africano, 5 países concentram 75% dos casos: África do Sul (51%), Egito (11%), Nigéria (5%), Gana (3,4%) e Argélia (3,1%). Quanto a Angola e Moçambique, e segundo os dados mais recentes apresentados no dia 22 de julho pelo CDC África, contam respetivamente com 30 vítimas mortais entre 779 casos diagnosticados e 11 mortes de entre 1.536 casos contabilizados.

Partilhar o artigo "CDC África aponta Angola e Moçambique como exemplos no combate à COVID-19"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn