BPC desembolsa AKZ 57 mil milhões para o PAC

No dia 8 de janeiro, o Banco de Poupança e Crédito (BPC) assinou, com o Ministério da Economia e Planeamento, o Banco de Desenvolvimento de Angola e o Fundo de Garantia de Crédito, um “Memorando de Entendimento sobre a Implementação da Modalidade de Crédito Comercial do PAC”, no montante de AKZ 57 mil milhões, no âmbito do Programa de Diversificação das Exportações e Substituição das Importações. No início de junho de 2019, os bancos Angolano de Investimentos (BAI), de Fomento Angola (BFA), Internacional de Crédito (BIC), Standard Bank, Millennium Atlântico (BMA), Negócios Internacional (BNI), Comercial do Huambo (BCH) e de Comércio e Indústria (BCI) subscreveram idêntico memorando no valor global de AKZ 141 mil milhões, uma soma que ascende agora a AKZ 198 mil milhões, com a adesão do BPC. O Ministro da Economia e Planeamento, Neto da Costa, considerou que, com os termos de financiamento previstos no PAC, será possível estimular o investimento privado e realizar os objetivos do PRODESI, que elege como meta a expansão da produção de 54 bens da cesta básica e outros essenciais. O período ao longo do qual o beneficiário não reembolsa o empréstimo é estabelecido de acordo com a natureza de cada projeto e o tempo que leva a implementar, o que permitirá gerar fluxos de caixa positivos.

Partilhar o artigo "BPC desembolsa AKZ 57 mil milhões para o PAC"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn