BNA ordena recapitalização do BPC e BE…

O Banco Nacional de Angola ordenou, no dia 30 de dezembro, a recapitalização do Banco de Poupança e Crédito (BPC) e do Banco Económico (BE), no âmbito e na sequência do processo de Avaliação da Qualidade dos Activos (AQA) iniciado em abril. Segundo o BNA, o BPC e o BE representam 96% das necessidades de recapitalização face aos requisitos mínimos regulamentares. A AQA incidiu sobre 13 dos 26 bancos que operam no mercado angolano e concluiu que “o sistema bancário é globalmente robusto”, com necessidades de recapitalização concentradas nos 2 bancos, os quais foram instruídos no sentido de registarem os ajustamentos identificados no processo de avaliação, nas demonstrações financeiras do exercício de 2019, tendo em conta a evolução dos ativos ocorrida durante o ano. O BNA requer que os 2 bancos avaliem as necessidades de capital adicional depois do encerramento do exercício de 2019 e assegurem o cumprimento dos limites até 30 de junho de 2020. A avaliação incidiu sobre domínios como a segmentação das carteiras de crédito, a fiabilidade e rigor da informação disponibilizada sobre a carteira de activos, sobre as garantias recebidas e hipotecas executadas, o cálculo dos requisitos de capital para risco de crédito e a validação dos critérios e metodologias utilizados para realização dos testes de esforço e resultados. Além do BPC e do BE, a avaliação incluiu também os Bancos Millennium Atlântico, Angolano de Investimentos, Caixa Geral Angola, de Comércio e Indústria, de Desenvolvimento de Angola, de Fomento Angola, de Negócios Internacional, Sol, Finibanco Angola e Keve, envolvendo as empresas de auditoria PwC, KPMG Angola, EY, A. Paredes e Associados e Assurance and Advisory.

Partilhar o artigo "BNA ordena recapitalização do BPC e BE…"

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn